A informação é da Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte. O setor informa aos usuários do PJe que este vem apresentando instabilidade desde 26 de janeiro. As equipes técnicas do TJRN e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) estão atuando com o objetivo de normalizar o sistema.

 

Os advogados e autoridades que enfrentarem dificuldades ao manusear o Processo Judicial Eletrônico (PJe) podem acessar, na parte inferior do Portal do Judiciário do Rio Grande do Norte (www.tjrn.jus.br), o sistema clicando em "Consulta de Indisponibilidade de Sistemas" ou na página do próprio PJe, em "Registro de Indisponibilidade", uma atestado de Indisponibilidade. O documento poderá ser impresso e depois juntado aos autos processuais, respaldando advogados e autoridades quanto à contagem dos prazos.